clear_bracesO que é?

Todo mundo quer um sorriso bonito – e o objetivo do ortodontista é levar isso para seus pacientes. A ortodontia é um ramo da odontologia especializada no diagnóstico, prevenção e tratamento das irregularidades dentais e faciais.

A prática da ortodontia requer habilidade profissional no design, aplicação e controle dos aparelhos para levar os dentes, lábios e arcadas à um alinhamento apropriado e alcançar um equilíbrio facial.

Dentes tortos são difíceis de limpar e manter. Isso pode contribuir para condições que causam não apenas cáries, mas também doenças periodontais, perda dentária, desgaste anormal das superfícies dentárias e estresse excessivo nos ossos que suportam os dentes e nos tecidos gengivais.

Quando ignorados, muitos problemas ortodônticos podem piorar, e o tratamento realizado por um especialista para solucioná-los é frequentemente menos custoso do que os cuidados necessários caso o quadro se torne mais sério no futuro.

Um tratamento ortodôntico pode causar mudanças não apenas nos dentes, mas também na face. Por isso, é muito importante que ele seja feito da maneira apropriada. Os especialistas usam as técnicas mais avançadas e, devido ao seu conhecimento e treinamento prolongado, podem selecionar materiais e métodos com melhor custo-benefício para corrigir problemas individuais de cada paciente.

A importância de um sorriso bonito não deveria ser subestimada. Uma aparência agradável é um atributo vital para a autoconfiança do indivíduo. A auto-estima também melhora na medida em que os dentes, lábios e face estão em harmonia e, por isso, o tratamento ortodôntico pode beneficiar o sucesso social e profissional, assim como melhorar a atitude geral de uma pessoa em relação à vida.


021112-teethComo funciona?

Ortodontia para crianças:

Cada problema ortodôntico determina sua melhor época para iniciar o tratamento. Por esta razão, a Associação Americana de Ortodontistas recomenda que todas as crianças deveriam visitar um ortodontista aos 7 anos de idade, ou mais cedo, se um problema for detectado pelos pais, dentista da família ou pediatra.

Isto pode ser uma surpresa para você, uma vez que tratamento ortodôntico geralmente é associado com adolecentes. Entretanto, um exame precoce proporciona ao especialista determinar quando uma criança deveria ser tratada com o melhor resultado, no menor espaço de tempo e custo financeiro. Em muitos pacientes, tratamento preventivo alcança resultados que são inatingíveis uma vez que a face e as arcadas tenham terminado seu crescimento.

fa_thumbsucking.article_previewNa Dental Age, os tratamentos ortodônticos infantis acontecem de duas maneiras:

Preventivos:  Quando a  finalidade é evitar a instalação de má oclusão, por exemplo removendo hábitos como o de chupar dedo ou colocação anormal da língua entre os dentes.

Interceptativo: Geralmente é na fase de crescimento, com o uso  de aparelhos ortodônticos e ortopédicos. Esses irão remodelar o crescimento, direcionando as arcadas a uma posição mais adequada, evitando dessa forma uma possível intervenção mais invasiva no futuro.

Dentre os aparelhos que utilizamos destacam-se os expansores, disjuntores, arco extra-bucal (AEB), placa lábio ativa (PLA), bionator, frankel, placas duplas de avanço, barras impedidoras de língua, entre outros.

Ortodontia para adolescentes e adultos:

Como já dissemos, aqui na Dental Age o tratamento ortodôntico pode ser aplicado em qualquer idade. Na verdade, mais de 30% dos pacientes tratados atualmente são pacientes adultos. O processo biológico envolvido no movimento dentário é o mesmo em adultos e crianças. A saúde dos dentes, gengivas e ossos alveolares de um indivíduo é o que é mais importante na determinação da probabilidade para melhorar o sorriso e a saúde dental de um paciente adulto.

Desta forma, os tratamentos para adolescentes e adultos podem ser:

Corretivos: Quando tratamos a má oclusao já instalada, que pode estar gerando insatisfação com estética,falta de função, dor, perda óssea e interferência oclusal.

Pré-protéticos: Quando movimentamos os dentes para possibilitar a confecção de próteses e implantes.

Orto-cirúrgico: como preparação da posição dos dentes, onde a indicação é a cirurgia ortognática dos maxilares.

Uma das técnicas atuais para a correção de problemas ortodônticos é a colocação de Mini-Implantes junto a aparelhos ortodônticos, que auxiliam no posicionamento dos dentes. Saiba mais!

MetalVsWhite

Tipos de aparelhos ortodônticos tradicionais:

Aparelho Ortodôntico Fixo:
O Aparelho Ortodôntico Fixo é o tipo mais comum de aparelho. Consiste em bandas, fios e/ou braquetes. As bandas são fixadas em volta de vários dentes ou um só dente, e utilizadas como âncoras para o aparelho, enquanto que os braquetes são presos na parte externa do dente. Os fios em forma de arco passam através dos braquetes e são ligados às bandas. Apertando-se o arco, os dentes são tracionados, movendo-se gradualmente em direção à posição correta. Os aparelhos fixos são geralmente apertados a cada mês para se obter os resultados desejados, que podem ocorrer no prazo de alguns meses até alguns anos. Atualmente eles são menores, mais leves e exibem bem menos metal que no passado. Podem apresentar cores vivas para as crianças, bem como estilos mais claros, preferidos por muitos adultos.

Aparelho Ortodôntico Estético:
No Aparelho Ortodôntico Estético, os brackets são confeccionados de materiais transparentes, como a porcelana e a safira. Neste caso, o resultado é um sorriso mais discreto, por conta dos materiais transparentes utilizados, mas a estrutura é a mesma do aparelho ortodôntico tradicional.

Conheça também as vantagens da Ortodontia Invisível!